Convenção Coletiva do Trabalho 2020/2021 do Sindicato dos Trabalhadores Edifícios e Condomínios de Campinas e Região
27/10/2020
Previsão Orçamentária: O que é e como fazer?
29/01/2021

Cuidados com crianças nas piscinas dos Condomínios

 

Janeiro, verão, calor e férias escolares… É um convite perfeito para a diversão na piscina com as crianças, não é? Para que estes momentos sejam seguros e repletos de lembranças de carinho e alegria, é preciso cuidado redobrado com os pequenos.

Para isso, a Sólida Condomínios tem algumas dicas para você:

Deve ser estabelecido pela convenção condominial, ou votação em assembleia, qual a idade mínima para uma criança permanecer no espaço da piscina sem o acompanhamento de um adulto ou responsável.
Os arredores da piscina estão cercados? O ideal é que seja cercado por grades de proteção, e o seu ingresso monitorado. Caso contrário a vigilância ao acesso das crianças deve ser redobrada. A atenção dos pais e síndicos deverá ser permanente. As crianças devem ser conscientizadas constantemente dos perigos a que elas podem estar sujeitas.
A manutenção da piscina está em dia? Ela deve estar! A rotina de limpeza da piscina deve ser seguida rigorosamente para ser uma piscina saudável e limpa, e evitar doenças de pele. Os azulejos e pisos devem estar em boas condições, sem rachaduras, lascas ou quebras. E a parte elétrica dos arredores está em dia?
Os pisos nos arredores da piscina são antiderrapantes? É o necessário para evitar acidentes com os pequenos.
Observe onde está localizado o ralo da piscina. A sucção do ralo não deve ser forte para evitar possíveis acidentes. Quando esta sucção é forte, na eventualidade de um acidente, pode levar a morte de uma criança que pode ficar presa pelos cabelos, por causa da sucção. Geralmente piscinas mais antigas ainda tem este problema, mas existe no mercado equipamentos que melhoram esta situação.
É ideal que a convenção condominial não permita o consumo de comidas e bebidas na área da piscina. Isto ajudará a manter a água piscina limpa.
A permanência na água em períodos chuvosos intensos é muito perigosa por causa da incidência de raios. Caso chova e a criança ainda esteja dentro da piscina, retire-a imediatamente da água e abrigue-a em local seco e seguro.
A piscina pode ser rasa, a criança saber nadar ou pode estar com boias (estas últimas podem furar ou virar e causar um acidente) sempre é importante a supervisão de um adulto responsável.
Deixe os equipamentos eletrônicos, tais como brinquedos e celulares, bem longe da água, de preferência em casa. O contato com a água pode danificar estes equipamentos, além de causar choques.
Os brinquedos e afins também devem ser deixados em casa. Já as brincadeiras devem ser controladas. Os pequenos devem evitar brincadeiras perto da borda da piscina, e os “maiorzinhos” evitar brincadeiras de contato, dentro e nas proximidades da piscina, como luta, “caldo” e “cavalinho”.

Seguindo essas medidas de segurança, as férias de suas criança sempre será recheada de boas lembranças.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *